MENU

Guarani vai em busca da reabilitação contra o Bagé

DetranRS alerta quem pagou licenciamento

Assoeva Crédito: Rodolfo Becker / Portal RVA

Com portões fechados, Assoeva vai em busca da primeira vitória na Liga Nacional

Assoeva e Copagril disputam posições na tabela e ambas equipes ainda não venceram no campeonato.

  • Com portões fechados, Assoeva vai em busca da primeira vitória na Liga Nacional
    Foto: Rodolfo Becker / RVA

A Assoeva encerrou na manhã deste sábado a preparação para o próximo jogo da Liga Nacional. Ainda hoje, às 18h, Assoeva e Copagril se enfrentam pela 4ª rodada do campeonato. O jogo será com portões fechados para torcedores, devido a uma punição por atos de indisciplina na semifinal do ano passado, em Venâncio Aires, no confronto contra o Marreco. Na tabela, Assoeva e Copagril disputam posição. O time de Venâncio está em 17º lugar e o Copagril em 16º, ambos com 1 ponto.

Para essa partida, um retorno e algumas ausências. O pivô Caio Jr foi expulso na rodada passada e por isso cumpre suspensão. O ala Zico, apesar de voltar a treinar com bola essa semana, ainda não está em condições plenas de atuação. O seu retorno segue previsto para maio. O ala Marcílio, por conta de uma pubalgia, ainda treina em separado. A boa notícia fica por conta do ala Gui. Recuperado de um corte no joelho, o canhoto treinou normalmente essa semana e estará à disposição de Malafaia.

O jogo é fechado para torcedores, mas não para a imprensa. A RVA transmitirá o confronto a partir das 18h. Depois das 19h, haverá também informações diretamente do Estádio Edmundo Feix com detalhes do confronto entre Guarani e Bagé.

Jogos da 4ª rodada da Liga Nacional
Sexta-feira
Blumenau 10 x 3 Shouse
ACBF 3 x 0 Marreco
São José 1 x 2 Foz Cataratas
Intelli 4 x 2 Tubarão
Sábado
18h - Assoeva x Copagril
19h15 - Cascavel x Pato
Domingo
11h - Magnus x Jaraguá
19h - Joaçaba x Joinville
Terça-feira
20h15 - Corinthians x Atlântico

Leandro Rezala
No treino de quinta-feira, uma novidade. O ala Leandro Rezala, integrante do plantel campeão da Liga Gaúcha em 2017, está de volta a equipe. O ala fraturou o braço esquerdo em uma queda no jogo contra o Marreco, pela semi da LNF. Rezala havia firmado acordo com a Asif de Ibirubá para 2018, porém o braço lesionado ainda não estava calcificado, tendo que voltar a Venâncio Aires e passar por outro processo cirúrgico. Foi feito um enxerto, tirado um pedaço do quadril e colocado no braço.

O ala firmou parceria com a Assoeva até o fim do ano e a tendência é de que fique a disposição de Malafaia em até três meses.

Tags: