Associação de Pequenas e Microempresas pede apoio do poder público para retomada econômica

Durante a sessão desta semana da Câmara de Vereadores de Venâncio Aires, realizada na terça-feira, 16, o presidente da Aspeva utilizou a Tribuna Livre. Lúcio Farias, que assumiu a Associação de Pequenas e Microempresas de Venâncio Aires no mês passado, pediu apoio do poder público para a retomada econômica.

Durante sua fala, citou que deseja revigorar a Aspeva para orientar os pequenos e médios empresários em atuação, além daqueles que desejam abrir novos negócios. O objetivo é fomentar o comércio local, estimulando a comunidade da Capital do Chimarrão e da região a comprar no município.

Lúcio Farias pediu apoio da Câmara de Vereadores e da Prefeitura para a retomada, citando dificuldades encontradas durante a pandemia: “no momento em que mais precisávamos trabalhar, fomos impedidos, de maneira ditadora, de ganhar nosso sustento, sem garantia nenhuma de sobreviver economicamente”.

Ao lembrar que empreendedores chegaram a fechar seus negócios nos últimos meses, o presidente da Aspeva ainda falou sobre a necessidade de geração de empregos e oportunidades. “Gostaria de solicitar uma grande colaboração para, juntos, criarmos mais empregos e oportunidades de bons negócios para todos, com justiça social”, destacou.

A Aspeva foi fundada em 20 de março de 1992. Segundo Lúcio Farias, 2.582 micro e pequenos empresários atuam hoje em Venâncio Aires. Esses, empregam, em média, um funcionário cada.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado