Caçando Thiltapes: entenda como o animal imaginário criado pelos imigrantes alemães virou tema de uma peça teatral

Um animal imaginário ficou em evidência na Fenachim. A Curto Arte Companhia de Teatro contou, nessa quinta-feira, 12, através da peça Thiltapes, a Caça Final, a história criada pelos imigrantes alemães para pregar peças em crianças e pessoas ingênuas. Um grande público acompanhou a busca de Edwino, Nêne e Miro, no Chimarródromo.

Carlos Alberto Klein, que dá vida ao personagem Edwino e responsável pela produção dos textos, detalha a chegada do Thiltapes até a região. “Os imigrantes brincavam nos colégios internos e nos internatos das escolas agrícolas. Depois passou para as colônias e começou a se distribuir pelas colônias no final de 1800 e início de 1900”, explicou.

Esperando Thiltapes, que percorreu municípios Rio Grande do Sul e Santa Catarina entre 2007 e 2014, foi criada para valorizar e resgatar o folclore da imigração alemã. As outras peças em cartaz, como Simplesmente Herta e Meu Sonho de Natal, também buscam tratar de temas ligados a agricultura e pontos da cultura local.

Michele Posselt/RVA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado