Com R$ 8 milhões em prejuízos por conta da enchente, Venax planeja retomada dos serviços na fábrica em até 15 dias

Apesar das perdas, o proprietário Walter Bergamaschi garantiu, em entrevista à RVA, que não haverá demissões na empresa, que tem cerca de 400 colaboradores

Atingida pela cheia do arroio Castelhano, na parte baixa da cidade de Venâncio Aires, a Venax Eletrodomésticos contabiliza perdas, ao mesmo tempo em que planeja a retomada dos serviços na fábrica, quase um mês após parar atividades. Segundo o proprietário, Walter Bergamaschi, os prejuízos passam de R$ 8 milhões e a empresa segue enfrentando dificuldades, principalmente pela falta de insumos.

A estimativa para retomada dos processos de fabricação é de 15 dias. Apesar das perdas, Bergamaschi garantiu, em entrevista ao programa Venâncio Entrevista, que não haverá demissões na empresa, que tem cerca de 400 colaboradores.

Em meio às enchentes, a Venax Eletrodomésticos completou 39 anos de história no dia 1º de maio. É projetada a construção de uma nova planta fabril em Venâncio Aires. O investimento previsto, na ordem de R$ 50 milhões, será feito em uma área às margens da RSC-287, na região do Distrito Industrial, na região da Linha Ponte Queimada.

Segundo Bergamaschi, o licenciamento para construção da empresa está em fase de análise por parte da Fepam. A mudança de endereço, no entanto, pode ser adiada, por conta dos prejuízos registrados neste mês e a necessidade de recuperação.

Ouça a participação na Rádio Venâncio Aires:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado