Empresa de Piratini deve assumir gestão da Rodoviária de Venâncio Aires e gestores projetam investimentos na infraestrutura

Uma empresa de Piratini será a responsável pela gestão da Rodoviária de Venâncio Aires. Na licitação aberta, a Stradale Terminais foi a única interessada e expectativa é que inicie o trabalho no local até abril. A concessão tem validade de 25 anos e os novos gestores projetam investimentos na infraestrutura do prédio existente no Bairro Cruzeiro.

Conforme a diretora da Stradale Terminais, Luciane Mastrantonio, o objetivo é permanecer no mesmo local neste primeiro momento. “Temos uma parceria com o proprietário. No futuro, queremos investir em mais algumas coisas e criar locais mais propícios, como restaurante, mas estamos acertando com ele”, disse.

Com sede em Piratini, o grupo que a Stradale Terminais faz parte realiza a administração em Pedro Osório, Jaguarão, São Lourenço, Tramandaí, São Sepé e Santana do Livramento. “Com essa pandemia, teve uma queda muito grande no fluxo de passageiros nas estações rodoviárias. Queremos investir para chamar o povo. Quem sabe voltar aquele público anterior”, destacou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Fusca batido atrapalha fluxo na ERS-422

A Polícia Rodoviária Estadual foi acionada para atender a ocorrência e deve fazer os levantamentos necessários

Mulher encontrada ferida com golpes de faca é socorrida no Bairro Coronel Brito

Populares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e os socorristas encaminharam a vítima para o Hospital São Sebastião Mártir

Sandra Calçados inicia caminhada em Venâncio Aires e projeta ampliação do público-alvo

Segundo o sócio-proprietário Édson Schneider, a aquisição começou como uma brincadeira da esposa Sandra

Atendimento presencial nas escolas de educação infantil serão retomados nesta segunda-feira em Venâncio Aires

Para garantir a segurança dos estudantes, protocolos foram montados e a retomada será de forma escalonada
error: Recurso desabilitado