Governo do Estado lança edital para duplicação da RSC-287

O governo gaúcho publicou nesta terça-feira, 22, edital para duplicar a RSC-287, rodovia que passa por Venâncio Aires. Em videoconferência, o governador Eduardo Leite publicou o edital de concessão, que permitirá a duplicação do trecho Tabaí-Santa Maria, aguardada há mais de duas décadas.

O edital publicado para a concessão da rodovia prevê duplicação dos 204,5 quilômetros da 287, de Tabaí, passando por Venâncio Aires e Santa Cruz do Sul, até Santa Maria, nos dois sentidos de circulação.

O investimento pela futura concessionária será de R$ 2,7 bilhões pelo período de 30 anos. A título de comparação, de 2014 a 2018, o governo do Estado investiu R$ 195,7 milhões na RSC-287.

Obras para 2021 e mais três pedágios

As obras na RSC-287 devem começar no segundo trimestre de 2021. Para custear a duplicação e as melhorias de segurança viária ao longo da rodovia, estão previstas a instalação de mais três praças de pedágio (km 47, em Tabaí; km 168, em Paraíso do Sul; e km 214, em Santa Maria), além das duas já existentes (km 86, em Venâncio Aires; e km 131, em Candelária), administradas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR).

A tarifa-teto por praça foi calculada em R$ 7,37. Vencerá a licitação a empresa ou o consórcio que oferecer o menor valor de pedágio. Esse mesmo critério foi usado na recente concessão para as rodovias federais gaúchas, BRs 101, 290, 386 e 448, cuja licitação foi vencida pelo Grupo CCR, que apresentou tarifa 40% menor do que o limite previsto na concorrência.

Segundo o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella “a duplicação favorecerá um importante corredor entre o Centro do Estado e a Região Metropolitana. Por isso, a concessão da RSC-287 representa, além de maior segurança para os condutores que trafegam pela rodovia, uma efetiva resposta à sociedade, no sentido de agilizar investimentos que o Estado sozinho, muitas vezes, não pode viabilizar”.

O vencedor da licitação deverá ser conhecido em dezembro, em leilão na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo. O secretário extraordinário de Parcerias, Bruno Vanuzzi, lembrou que o projeto iniciou na gestão passada, mas ganhou importantes reforços para que pudesse ser concretizado e de forma moderna.

“É uma licitação inovadora para o Rio Grande do Sul e a estreia do Estado na B3, palco das principais licitações do país. Trabalhamos de forma incessante para atingir os padrões de excelência internacionais, tudo com apoio do BNDES, do PPI e do BID, instituições e órgãos que agregaram experiência e credibilidade ao processo”, afirmou Vanuzzi.

Ele acrescentou que o Estado já está trabalhando para conceder à iniciativa privada e garantir investimentos em mais mil quilômetros de estradas gaúchas, com expectativa de editais a serrem lançados também na B3 no próximo ano.

*Com informações do Governo Estadual

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Executivo e entidades do Governo Federal debatem situação de famílias refugiadas em Venâncio Aires

Em 2011 o Município foi o primeiro a inserir imigrantes palestinos no ‘Programa Minha Casa, Minha Vida’. Ao longo dos anos, imigrantes de outros países também chegaram ao município, como do Haiti, Senegal, El Salvador, Colômbia e Argentina. Em maior número, desde o ano passado, venezuelanos totalizaram 215 residentes imigrantes e refugiados

Prefeito e vice eleitos em Passo do Sobrado destacam apoio popular na campanha e começam transição de governo

O novo prefeito Edgar Thiesen, e a vice Celina Maria Fagundes da Rosa foram eleitos com 2.112 votos, alcançando 48,29% dos votos válidos

Unisc recebe inscrições para cursos técnicos

Para a Unisc campus Venâncio Aires as matrículas podem ser realizadas para o curso técnico em Enfermagem

Assinada abertura de licitação para asfaltamento em trecho de Linha Brasil

A autorização para abertura da licitação foi dada na tarde desta quinta-feira, 26, pelo prefeito Giovane Wickert, que assinou a documentação. O investimento de R$ 185 mil prevê o asfaltamento de 126 metros em frente à Madeireira Haas