Há cerca de seis décadas trabalhando com erva-mate, produtor de Linha Travessa destaca importância do cultivo em Venâncio Aires

Desde jovem trabalhando na agricultura, um produtor de Linha Travessa atinge uma marca revelante. Dos 80 anos de vida, Cyro Hackenhar dedicou cerca de seis décadas para a produção de erva-mate e destaca a importância do cultivo para Venâncio Aires. Apesar de ter trabalhado com outras culturas, o morador do 4º Distrito nutre um carinho especial pela planta que dá origem ao chimarrão.

Cyro Hackenhar começou com uma pequena área de terra e utilizou os recursos obtidos com as plantações para ampliar a lavoura. “Era um sonho isso aí. Eu nem sei escrever quase, mas trabalhei muito. Eu era um boi na roça. Era tudo na mão e, depois, comprei um trator. O melhor investimento que vejo sempre foi a terra porque não dá gasto. Outras coisas têm que investir para não perder o valor”, disse.

Hoje, a propriedade de Linha Travessa conta com mais de 30 mil pés de erva-mate que têm entre dois anos e 30 anos de vida. “Eu sou muito interessado na erva. Um empregado que eu tinha disse que queria plantar uma muda de erva no meu túmulo quando eu morresse. Para mim, foi a erva que meu um passo”, completou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado