Inspetoria Agropecuária alerta para prazo da Declaração Anual de Rebanho

Em julho, a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural publicou instrução normativa estabelecendo novo prazo para entrega da Declaração Anual de Rebanho. Esse período estendido está acabando e encerra no sábado, dia 31 de outubro.

Mesmo com a prorrogação, segundo o chefe da Inspetoria de Defesa Agropecuária de Venâncio Aires, Antônio Werner, centenas de pessoas ainda precisam fazer o processo na região. “O município de Venâncio ainda tem mais de 500 pessoas que não apresentaram a Declaração de Rebanho. Passo do Sobrado tem mais de 200. Em Vale Verde são cerca de 50”, destaca. Já em Mato Leitão, a situação é melhor, com quase 100% de entrega.

Os produtores podem entregar as declarações de rebanho nas inspetorias locais de forma presencial ou ainda por e-mail e WhatsApp. Lembra-se que, nesta sexta-feira, dia 30, será realizado ponto facultativo em órgãos públicos. Por conta disso, até sábado, as pessoas devem optar pela entrega da declaração pelos meios eletrônicos. O e-mail disponível para envio é [email protected]. Já o contato de WhatsApp é (51) 3741-2639.

O formulário que precisa ser preenchido pode ser acessado aqui. Quem não faz a Declaração Anual de Rebanho está sujeito a penalidades como advertência e multas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Pellets transformam a qualidade de vida do produtor de tabaco

Fonte de energia renovável pertencente à classe das Biomassas, os denominados pellets, são um combustível sólido (lenha), produzido a partir de resíduos da indústria de transformação de madeira. A utilização deles na secagem do tabaco é uma novidade que já proporciona qualidade de vida e segurança aos produtores de tabaco

Projeto “Registro Sonoro 2” abre inscrições para músicos em Venâncio Aires

Músicos selecionados no projeto poderão gravar obras de forma gratuita

Alternativas para “junções” de jovens voltam à pauta na Câmara de Vereadores

Durante a sessão desta segunda-feira, 23, alguns parlamentares falaram sobre as alternativas buscadas para garantir que jovens possam realizar as chamadas “junções” sem que haja perturbação de sossego da comunidade