Jovem de Lª Taquari Mirim cria página ‘Ela é da roça’ e evidencia trabalho de mulheres rurais

Com o objetivo de empoderar mulheres e destacar o trabalho de quem atua no campo, a jovem Veridiana de Souza Guimarães é a criadora da página Ela é da roça, disponível no Facebook e Instagram (clique aqui para conferir). Aos 28 anos, a agricultura mora em Linha Taquari Mirim, no interior de Venâncio Aires. Junto do marido, Marcelo Fagundes da Silva, trabalha no cultivo de soja e milho.

Criada há cerca de um mês, no dia 1º de maio, a fanpage já tem mais de 2.500 seguidores e recebe relatos e imagens de mulheres de Venâncio, da região e até de outros estados. “Mulheres me enviam fotos, fazem comentários, interagem. E a mensagem que eu quero passar com a página é que todos devem se sentir bem com a profissão que escolheram. A roça não deve ser vista como uma falta de opção e eu acredito que o reconhecimento daqueles que trabalham no agro ainda vai chegar”, destaca.

Veridiana sempre teve contato com a lavoura, já que seus pais, João Antônio Guimarães e Ana Aparecida de Souza, trabalhavam com tabaco. Ela também teve a oportunidade de estudar, sendo formada em Jornalismo pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), desde 2014. Após não ‘se encontrar na profissão’, segundo ela, optou por outra graduação, formando-se em Letras, em 2019. No mesmo ano, fez um mestrado e chegou a lecionar. Com o falecimento do seu sogro, a jovem decidiu deixar as salas de aula e ajudar o marido na produção rural.

Com o cultivo de grãos, Veridiana acompanha o serviço operando máquinas nas lavouras de soja e milho. Valorizando e sentindo amor pelo que faz, criou a página nas redes sociais para mostrar seu próprio trabalho e também de outras pessoas. “Tem mulheres que, às vezes, têm vergonha de dizer que ficaram na lavoura. Na página, o que eu vejo é exatamente o contrário. Elas se sentem muito à vontade para mostrar o dia a dia, falar que gostam da roça”, explica.

No momento, Veridiana de Souza Guimarães precisou abdicar da lida na lavoura, pois está envolvida com seu doutorado, que também realiza na Unisc. Para não deixar de falar do meio rural, administra a página Ela é da roça nas redes sociais e planeja, para os próximos meses, a criação de um canal no YouTube.

Aos 28 anos, a agricultura mora em Linha Taquari Mirim, no interior de Venâncio Aires. Junto do marido, Marcelo Fagundes da Silva, trabalha no cultivo de soja e milho. Foto: Natália Souza Fotografias / Divulgação.
Foto: Natália Souza Fotografias / Divulgação.
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado