Novo decreto obriga restaurantes e lancherias a utilizarem sistema de mapeamento de clientes

A Prefeitura de Venâncio Aires divulgou na manhã desta terça-feira, 04, um novo decreto e outras medidas de combate ao coronavírus. O documento é divulgado no momento mais crítico da pandemia na Capital do Chimarrão. A partir da publicação do novo documento, é obrigatória a utilização do sistema de mapeamento de fluxo nos restaurantes e lancherias.

As novas regras também proíbem as pessoas de consumirem em pé e estabelecem que as mesas devem respeitar distanciamento de dois metros, podendo ser ocupadas por até quatro clientes. Os temperos e palitos devem ser individuais. Todos estabelecimentos devem utilizar ventilação natural e a mecânica somente será autorizada em casos específicos desde que haja limpeza diária dos filtros.

Para o comércio, o decreto apresenta poucas alterações. A partir desta terça-feira, está proibido funcionamento de brinquedotecas nos estabelecimento comerciais. Além disso, cada empreendedor deve destinar um funcionário para fiscalizar o tempo que cada cliente fica no local. A norma busca permitir a rotatividade e garantir o distanciamento. A Brigada Militar e a fiscalização da Administração Municipal devem reforçar as ações nos próximos dias.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Nova diretoria da Associação Esperança Azul projeta captação de recursos com empresas

Em entrevista à Rádio Venâncio Aires, ela destacou que o objetivo do grupo agora é iniciar a captação de recursos com empresas para desenvolver os projetos futuros da Associação.

Nasa anuncia programa para levar primeira mulher à Lua em 2024

Antes disso, agência lançará dois testes de voo ao redor do satélite

Equipes trabalham em ampliação da pavimentação asfáltica em Mato Leitão

Prefeitura prevê um investimento total de R$ 2,1 milhões, sendo que R$ 1,7 milhão é de operação de crédito junto ao Badesul Cidades

Federação de bancos alerta para aumento de fraudes durante a pandemia

Houve alta de 60% em tentativas de golpes financeiros contra idosos
error: Recurso desabilitado