“Ontem à noite eu achei que fosse desistir”, relata emocionado diretor do HSSM

As últimas horas foram extremamente críticas no Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Além da superlotação nas casas de saúde, o município registrou o maior número de mortes em menos de 24 horas desde o início da pandemia. Entre a noite de sexta, 5, e a madrugada deste sábado, 6, quatro pessoas morreram no município, sendo uma delas de 49 anos, a mais jovem vítima até agora.

LEIA MAIS: Quatro mortes por covid-19 são registradas nas últimas horas em Venâncio Aires

Diante da situação, o diretor técnico do HSSM, Guilherme Fürst Neto, fez um forte desabafo nesta manhã, durante participação no programa da Prefeitura, Tua Vida Melhor, na Rádio Venâncio Aires. Além de apelar novamente para que as pessoas evitem encontros e demais atividades sociais, o médico reiterou que a situação no hospital é gravíssima. Ao se referir às últimas horas de trabalho, o profissional se emocionou e disse: “eu só não desisti ainda pela minha equipe. Cada uma daquelas pessoas que estão lá acredita muito de mim. Ontem à noite eu achei que fosse desistir. E uma médica minha não deixou. É um momento delicado, muito pesado para nós. Eu só quero que isso termine”.

Durante a fala, em tom de desespero, Guilherme Fürst Neto chegou a apelar às pessoas para que “não fiquem doentes neste momento”, pois, caso precisem de internação hospitalar, não terão leitos à disposição.

A entrevista completa pode ser conferida na página da Prefeitura de Venâncio Aires no Facebook (clique aqui e veja).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado