Presidente do PT projeta candidatura própria ao Executivo nas eleições municipais

O presidente do Partido dos Trabalhadores de Venâncio Aires, César Schumacher, participou da programação do Grupo RVA na manhã desta sexta-feira, 24, e projetou candidatura própria ao Executivo nas eleições municipais deste ano. A liderança descartou qualquer ligação com siglas que apoiem o presidente Jair Bolsonaro.

Conforme César Schumacher, a pandemia de coronavírus tem afetado o trabalho de organização. “Ela nos trouxe prejuízos porque, assim como na prioridade da população a eleição não está nos primeiros itens, nós também sofremos com isso. Alguns nomes não estão mais disponíveis. Todos, de alguma forma, foram atingidos neste ano terrível”, disse.

César Schumacher explica que estuda a possibilidade de coligação. “Os partidos do campo popular são bem-vindos. Nós temos como limite para qualquer conversa política no sentido de caminhar juntos é com representantes ou defensores do bolsonarismo. Somos opositores porque vemos o efeito que vem fazendo. […] provavelmente o PT concorrerá em faixa própria”, destacou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Com gol de Vagner Manica a 5 segundos do fim, Assoeva garante vaga na decisão do Estadual Série Ouro

Primeiro jogo da decisão contra o Passo Fundo deve acontecer no domingo em Venâncio Aires

Departamento de Trânsito reforça sinalização de ruas centrais

O serviço foi feito por uma equipe do Departamento Municipal de Trânsito

Autor de furtos é preso pela segunda vez em três dias em Venâncio Aires

O mesmo criminoso já havia sido preso na última terça, 24

Executivo e entidades do Governo Federal debatem situação de famílias refugiadas em Venâncio Aires

Em 2011 o Município foi o primeiro a inserir imigrantes palestinos no ‘Programa Minha Casa, Minha Vida’. Ao longo dos anos, imigrantes de outros países também chegaram ao município, como do Haiti, Senegal, El Salvador, Colômbia e Argentina. Em maior número, desde o ano passado, venezuelanos totalizaram 215 residentes imigrantes e refugiados