Relatório aponta que Patram já recolheu mais de 3 mil metros de redes de pesca irregulares

Um relatório desenvolvido pela Patrulha Ambiental da Brigada Militar (Patram) demonstra que já foram recolhidos mais de três mil metros de redes de pesca irregulares na região. Na última semana, em Vale Verde, a fiscalização recolheu 1,3 mil metros que estavam dispostos irregularmente no rio Jacuí. Até o momento, foram efetuadas mais de 25 abordagens em embarcações.

Conforme o soldado Daniel Scremin, as redes de pesca irregulares bloqueiam totalmente a passagem dos peixes. “Quando o rio começa a colocar mais água e subir, começamos a atender casos de pesca predatória. É indiscriminado. Eles chegam a atravessar o rio. Em certos pontos, o Jacuí tem 250 metros de largura e eles fecham de um lado a outro”, disse.

No ano passado, foram recolhidos mais de 20 mil metros de redes de pesca irregulares. Mesmo com o trabalho prejudicado por conta da falta de chuvas, em 2020, já foram recolhidos 3,5 mil metros. “A estiagem dificultou a nossa fiscalização embarcada em muitos locais. A gente não pôde fiscalizar pontos que conhecemos em questão da estiagem. Ficou muito perigoso para a guarnição trabalhar com o rio muito baixo”, explicou.

- Advertisement -
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado