Sindicato Rural de Venâncio tenta contatos com o Governo Federal para evitar golpes do empréstimo consignado

A assessoria jurídica do Sindicato Rural de Venâncio Aires atende, diariamente, agricultores aposentados ou pensionistas que são vítimas do golpe do empréstimo consignado. Trata-se de valores que aparecem nas contas dos envolvidos, no formato de empréstimo, sem que a pessoa tenha solicitado a qualquer agência financeira.

Devido à grande demanda, por meio da advogada Isabel Cristina Oestreich, o sindicato está levando o assunto ao Governo Federal. “É uma média de cinco ou seis casos por dia. É impressionante o que está acontecendo. Nós tivemos um caso de uma senhora que fizeram dois empréstimos no dia 17 de fevereiro no nome dela, um no dia 19 e dois no dia 22 de fevereiro. E eu não sei como conseguem. É uma coisa que não tem cabimento”, revelou.

Em entrevista à Rádio Venâncio Aires AM 910, Isabel explicou que já entrou e contato com a assessoria do senador Luis Carlos Heinze para tentar entregar um ofício ao Governo Federal e ao próprio INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), para pedir uma maior segurança aos aposentados e pensionistas.

A assessora jurídica do Sindicato Rural orienta que as vítimas sempre estejam atentas às contas bancárias e tirem extratos com periodicidade. Em caso do aparecimento de algum valor não solicitado, que também não movimentem esse dinheiro e procurem o Procon. “A gente aconselha a pessoa a ir no Procon e registrar, porque talvez eles consigam puxar pelo banco de qual financeira que o dinheiro veio e entrar em contato, porque é uma questão de Justiça”, explica Isabel.

Em caso de dúvidas, pessoas lesadas com o golpe podem entrar em contato com o Sindicato Rural pelo número (51) 3741-1946, que também é WhatsApp. Já o Procon de Venâncio Aires atende junto à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação, na rua General Osório. O telefone de contato é o (51) 3983-1048.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado