Valores repassados para UPA e Hospital São Sebastião representam metade de todo orçamento para área da saúde

O novo contrato estabelecido entre o Hospital São Sebastião Mártir e a Prefeitura de Venâncio Aires para a administração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) aumenta os valores repassados em R$ 110 mil por mês. O crescimento nos recursos destinados para a estrutura, instalada no bairro Cruzeiro, será utilizado para contratar novos médicos e é uma das medidas adotadas pelos gestores públicos para garantir a agilidade nos atendimentos.

Pelo novo documento, a manutenção da UPA custará, nos próximos 12 meses, R$ 8,5 milhões aos cofres públicos. Se somado aos R$ 24 milhões entregues ao Hospital São Sebastião, o montante chega a R$ 32,5 milhões e representa 50% de todo orçamento da Secretaria da Saúde de Venâncio Aires. A outra metade é destinada para manutenção dos postos de saúde e ambulâncias e pagamento de cirurgias e dos médicos, psicólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e dentistas que atuam na Atenção Básica.

O prefeito Jarbas da Rosa destacou que o custo da UPA e do hospital é mais alto por conta da complexidade dos trabalhos oferecidos. “É muito dinheiro? Sim, mas sabemos que a UPA é média complexidade e o hospital tem setores de alta complexidade. Eles demandam profissionais experientes de qualificação. São serviços caros, mas necessários. A Prefeitura lança mão dessa disponibilidade financeira para garantir que tenha atendimento para a população”, completou.

- Advertisement -
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado