Irmãos Protácio e Arseno Werlang receberão títulos de Cidadão de Venâncio Aires da Câmara

Através do título de Cidadão de Venâncio Aires, a vereadora Sandra Helena Wagner (PSB) deseja homenagear duas pessoas que contribuíram com o ensino primário no interior do município de Venâncio Aires. 

O professor Protácio Lourenço Werlang é natural de Linha Seival, Santa Cruz do Sul. Ele ingressou na rede municipal de ensino de Venâncio Aires, através de um concurso público com provas eliminatórias de conhecimentos gerais, para assim ser professor em uma Escola Rural do município, em um projeto do então governador Leonel Brizola, que tinha como slogan “Nenhuma criança sem escola no Rio Grande do Sul”. 

No dia 8 de junho de 1962, ele começou a lecionar na Escola Municipal Jacob Becker, de Linha Marmeleiro, onde permaneceu por 9 anos.  Em março de 1971, passou a lecionar na Escola da Comunidade São Luiz da Santa Emília, assim como passou a residir em uma casa que pertencia a comunidade.   Começava ali uma história de muito engajamento e envolvimento com a vida da Comunidade São Luiz. 

Protácio Lourenço Werlang se aposentou no ano de 1993, assim cumprindo 31 anos dedicados ao ensino primário, dos quais 22 anos trabalhando na Escola São Luiz. “Foi um trabalho humilde, mas de muita valia para todos os alunos que frequentaram o educandário. Pela sua história de vida em comunidade e pelo seu amor à educação, entendo por justificado meu pedido” reiterou Sandra. 

Seguindo os passos do irmão, Arseno Hildo Werlang, prestou concurso público e passou a lecionar na Escola Municipal Vidal de Negreiros, de Linha Julieta. Depois de um ano foi transferido, no ano de 1964, para a Escola Municipal Jacob Becker de Linha Marmeleiro, mesmo educandário onde estava seu irmão Protácio. Na localidade, onde ficou até o ano de 1970, também constituiu sua família. 

Em março do ano de 1971 deu início a suas atividades na Escola Municipal Nossa Senhora de Lourdes, da Vila Santa Emília, local onde reside até os dias atuais. Sua aposentadoria como professor aconteceu no ano de 1992.  “O professor Arseno sempre levou uma vida simples. Já mora na localidade há 50 anos, onde fez muitos amigos, criou seus filhos, ficou viúvo e casou novamente. É uma bela história de uma pessoa que fez muito pela educação, especialmente junto a comunidade de Santa Emília”, destacou Sandra. 

A proposta das homenagens foi aprovada por todos os vereadores. A entrega do título vai ocorrer na sessão do dia 24 de fevereiro. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado