Bulldogs dispensa reforços de outros estados após pandemia afetar renda de bilheteria

O Bulldogs dispensou jogadores de outros estados depois que a pandemia de coronavírus impediu a realização de partidas. Os recursos do time de futebol americano de Venâncio Aires foram afetados pela falta de renda da bilheteria dos jogos. O clube havia reforçado o elenco para disputa do campeonato estadual e da segunda divisão do campeonato nacional.

Conforme o atleta e integrante da diretoria, Eduardo Sperb, o time se preparava para disputa das competições oficiais antes da parada. “A gente havia montado uma equipe bem competitiva para bater de frente com o Santa Maria Soldiers. Essa era a ideia, buscar talvez o título do campeonato gaúcho. O time estava bem montado, trabalho, treinando e aconteceu esse problema”, lamentou.

Eduardo Sperb explica que foram dispensados jogadores de Mato Grosso e Minas Gerais. “Alguns desses reforços a gente teve mandar de volta porque os custos que isso nos gera sem campeonato ficam inviáveis. Alguns já foram e outros ainda estão em Venâncio Aires. Como é um esporte totalmente amador, a gente não tem pagamentos para jogadores. Os custos que envolvem alimentação, academia, deslocamento e alojamento”, disse.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Projeto Venâncio a Pé realiza 2ª edição de caminhada pelo interior do município neste fim de semana

Um grupo de amigas está organizando uma caminhada de 25 quilômetros pelo interior de Venâncio Aires. O evento ocorre neste domingo, 4,...

Receita paga hoje restituições do quinto lote do Imposto de Renda

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita Federal na internet

Trechos pavimentados recebem sinalização em Mato Leitão

Foram pintados também os redutores de velocidade instalados recentemente pelo Acesso 20 de Março, Avenida Alfredo Pilz e rua Cônego Pedro Henrique Vier

Patrulha Maria da Penha de Venâncio Aires realiza roda de conversa na empresa Venax

Soldados Catiele Faller e Taís Sena conversaram com as funcionárias da empresa abordando a violência doméstica e familiar
error: Recurso desabilitado