Apoio do Estado assegura abastecimento de oxigênio a hospitais

Na quarta-feira, 8, foi garantido o fornecimento aos Hospitais Santa Terezinha, em Encantado; Bruno Born, de Lajeado; e São Sebastião Mártir, de Venâncio Aires

Para garantir o abastecimento de oxigênio medicinal aos hospitais gaúchos, a Secretaria da Saúde (SES) está dando suporte, quando necessário, às empresas fornecedoras (Air Liquide, Air Products e White Martins) nas entregas.

No momento, não há nenhum hospital no Estado com registro de falta de oxigênio. Atuando diretamente no Centro de Operações do Exército, em Porto Alegre, a SES conta com o apoio de outras áreas do governo do Estado.

Cilindros que podem ser transportados por estradas têm sido levados em veículos menores. Para os locais sem acesso por terra, em razão das interrupções nas diversas rodovias do RS, as empresas fornecedoras enviam cilindros para a base aérea de Canoas, onde técnicos do Departamento de Gestão da Atenção Especializada (DGAE) da SES organizam, por prioridade, a logística para o transporte aéreo até os locais de destino.

Na quarta-feira (8/5), foi garantido o fornecimento aos Hospitais Santa Terezinha, em Encantado; Bruno Born, de Lajeado; e São Sebastião Mártir, de Venâncio Aires. Já na quinta (9/5) foram abastecidos os Hospitais Vila Nova (de Porto Alegre), São Roque (de Faxinal do Soturno) e de Cachoeira do Sul, além da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.

A equipe da SES também atua na base aérea para o envio de insumos aos hospitais com estoque crítico. Desde a terça-feira (7/5), caminhões do Exército colaboram no transporte por via terrestre para o abastecimento de hospitais da Macrorregião Missioneira.

Todas as ações contam com esforço conjunto e articulado das áreas do Secretaria da Saúde, Defesa Civil, Forças Armadas, Polícia Rodoviária Federal e demais forças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado