Número elevado de casos suspeitos de dengue coloca Mato Leitão em alerta

O aumento expressivo no número de casos suspeitos de dengue e a proliferação do mosquito Aedes aegypti coloca Mato Leitão em estado de alerta. Equipes da Secretaria Municipal de Saúde, 13ª Coordenadoria Regional de Saúde e Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) avaliaram o atual momento. A reunião ocorreu nessa terça-feira, 26, na UBS Central. A atualização desta semana confirma 48 casos suspeitos em Mato Leitão, 01 confirmado por sorologia e 14 positivos por testes rápidos. A Secretaria da Saúde aguarda resultado para 39 testes e uma pessoa está internada por conta da doença.

Além de repassar orientações os técnicos do Estado reforçaram a necessidade de intensificação da fiscalização e também na responsabilidade compartilhada (poder público e moradores). A Agente de Endemias Tatiana Raquel dos Santos Jacobi e Fiscal em Vigilância Sanitária Juliana Luísa Koch coordenam os trabalhos de identificação e combate aos focos do mosquito transmissor da dengue.

O chamado ‘bloqueio mecânico’ com eliminação de criadouros com a remoção, colocação de barreiras e gerenciamento de materiais para prevenir o acúmulo de água em recipientes é neste momento a principal ação em Mato Leitão. A água parada em plantas, especialmente bromélias nos pátios de casas, representa cerca de 70% por focos do mosquito.

Indicações para eliminar o Aedes aegypti

Os depósitos preferências para os ovos são recipientes domiciliares com água parada ou até na parede destes, mesmo quando secos. Os principais exemplos são pneus, latas, vidros, cacos de garrafa, pratos de vasos, caixas d’água ou outros reservatórios mal tampados, entre outros. Entre as medidas preventivas que a pessoa pode fazer em casa estão:

– manter tampada a caixa d’água, assim como tonéis ou latões que estejam expostos à chuva;

– guardar pneus velhos sob abrigos;

– não acumular água em vasos de plantas ou nos pratos onde ficam. Cubra com areia;

– manter desentupidos ralos, canos, calhas, toldos e marquises;

– colocar embalagens de vidro, plástico ou lata em lixeira fechada;

– manter a piscina tratada o ano inteiro;

- Advertisement -
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado