Artesã é homenageada por vencer concurso de acolchoados em lã ovina na Expointer

A artesã venâncio-airense, Edelvani Maria Blau Glier é casada com Ivanor Glier e mãe de Cristine, Cristian, Caroline e avó do Carlos. Há mais de 20 anos se dedica exclusivamente ao artesanato, expondo em diversas feiras e eventos locais e regionais.

O carro-chefe do seu artesanato são peças a base de lã de ovelha. São cobertas, blusões, palas, guirlandas feltradas, e ainda, linhas a base de lã de ovelha, com tingimentos naturais e químicos.

Edelvani aprendeu o ofício de fazer as cobertas de lã de ovelha com a sua mãe, Anita Blau, e fez cursos de aperfeiçoamento da Emater, e do Senar. Além de aprimorar seu conhecimento no trato da lã de ovelha, Edelvani aprendeu a fazer peças variadas usando técnicas no tear, prego, pente e tricô.

Por conta da sua participação nas feiras de artesanato locais e regionais, entre elas a Fenachim, Brique Santa Cruz, Expoagro, Festa das Cucas, Festa da Imigração Vera Cruz, Mulheres Rurais, além de expor na Casa do Artesão e na feira de artesanato da Prefeitura, Edevalni foi convidada pela Extencionista da Emater Viviane Rohr, a representar o município no concurso proposto pela Emater.

Após classificação na etapa regional, concorreu em nível estado, representando a Emater Regional Soledade, no concurso virtual de acolchoados em lã ovina. No evento, realizado de forma virtual, pela Emater/RS, na 44ª edição da Expointer, em Esteio, assegurou o primeiro lugar, em meio a especialistas no oficio na região da fronteira.

O acolchoado vencedor possui um desenho diferenciado e muito bonito, que foi ensinado para a Edelvani por sua mãe Anita. Edelvani concorreu ainda em outras categorias como Blusão de lã ovina, pala confeccionada em lã ovina e guirlanda feltrada com agulha.

A técnica rústica, passada de mãe para filha, com o passar dos anos vai se perdendo diante da industrialização de cobertores. Mas ainda assim, Edelvani conta com encomendas todos os anos de diversos lugares do país, pois o acolchoado de lã de ovelha é térmico, não necessita ser muito grosso para aquecer e é um produto natural.

A homenagem, proposta pela vereadora Sandra Wagner (PSB), foi entregue na noite de terça-feira, 16.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado