Bolsonaro sanciona lei sobre validade indeterminada de receitas

O presidente Jair Bolsonaro sancionou o Projeto de Lei 848/2020, que determina que receitas médicas ou odontológicas sujeitas a prescrição e de uso contínuo tenham prazo de validade indeterminado. O projeto foi originário da Câmara dos Deputados e foi aprovado no Senado no início de julho. A sanção será publicada no Diário Oficial da União de amanhã (28).

As regras valem para o período da pandemia no país e não incluem medicamentos de uso controlado, como tarja preta e antibióticos. Bolsonaro vetou um trecho do projeto que autorizava a retirada do medicamento por terceiros, sem a presença do titular da receita, com a apresentação de uma declaração.

Na justificativa para o veto, a Secretaria-Geral da Presidência da República explicou que “o dispositivo cria uma exigência que poderá vir a ser estendida a todos os casos e, por consequência, burocratizar o atendimento nas farmácias”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Pizzaria de Venâncio Aires dribla crise e cria Festival de Parrilla

Neste sábado, 08, a Pizzaria Di Nápoli realizou mais uma edição do evento

Imagem de Nossa Senhora de Lourdes será recolocada na Gruta de Deodoro neste sábado

A imagem da santa, que havia sido atingida por um incêndio, foi revitalizada e será recolocada na gruta nesta tarde por moradores de Vila Deodoro e demais voluntários

População em geral pode fazer testes rápidos a partir deste sábado

Ação foi organizada por etapas para não gerar transtornos e aglomerações

Prefeito recebe visita de empresários com interesse de se instalarem em Venâncio Aires

Segundo a Administração Municipal, cerca de cinco donos de empresas visitaram a Capital do Chimarrão
error: Recurso desabilitado