Cirurgião oncológico destaca importância de proteção contra luz solar para prevenção do câncer de pele

O câncer de pele é um dos mais frequentes no Brasil e considerado muito comum em todo mundo. Em algumas situações também pode ser agravada a saúde do paciente. Mas, apresenta altos percentuais de cura, caso tratado precocemente.

Conforme o cirurgião oncológico da Saint Gallen, Alex Schwengber, a incidência é maior em pessoas de pele clara. Além disso, a exposição excessiva à luz solar, especialmente sem proteção, é considerado fator de risco. O profissional explica que o histórico familiar e baixa imunidade aumentam as chances de surgimento do câncer.

Dentre os sinais de alerta, está o crescimento anormal de lesões previamente existentes, mudança de cores, formas e tamanhos nesses pontos. Feridas que não cicatrizam e que apresentam sangramento e coceira são sinais de alerta para procura de especialista.

Dentre as recomendações, principalmente durante o período do verão, está a utilização de protetor solar fps 60 durante horários de pico da incidência da radiação solar, entre 10h e 16h. A recomendação também é de utilizar chapéu de aba larga e roupas com manga longa.

Tratamentos e orientações estão disponíveis na Saint Gallen, localizada na rua General Osório, 1430, sala 1, no Centro de Venâncio Aires.

Acompanhe a fala do cirurgião oncológico da Saint Gallen, Alex Schwengber:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado