Cobrança automática: EGR aceita todas as empresas de tags de cobrança automática nos pedágios

Entre janeiro e dezembro de 2023, 42,91% dos usuários que circularam pelas praças da empresa possuíam o dispositivo

Em decorrência do término de 2023 e com a chegada de 2024, a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) divulgou balanços para informar aos usuários as condições das estradas e os índices de volume de trafegabilidade nos trechos sob sua administração. Entre as medidas responsáveis por agilizar o deslocamento de veículos pelas dez praças de pedágio da EGR – evitando congestionamentos – está a passagem pelas pistas com identificação automática de veículos (AVI).

A empresa possui pistas com essa modalidade em cada praça de pedágio para contemplar os motoristas que possuem tag de cobrança automática. A tecnologia utiliza um chip, instalado no pára-brisa do veículo. Ao se aproximar de uma praça de pedágio, o dispositivo de leitura instalado na praça reconhece automaticamente o veículo à medida que ele passa pela cabine na pista AVI. Assim, o registro da tag e da placa do veículo é feito, instantaneamente, sem precisar parar.

Segundo a EGR, de janeiro a dezembro de 2023, mais de 13,1 milhões de veículos com tag circularam pelas praças de pedágio administradas, o que representa 42,91% em relação ao tráfego total. “A utilização desse dispositivo, por parte dos motoristas, tem se mostrado eficiente, tendo em vista que filas são evitadas e não há a obrigatoriedade do condutor parar na cabine antes de seguir viagem”, explica o diretor-presidente da EGR, Luis Fernando Vanacor.

Além disso, a utilização de tags de cobrança automática nos pedágios oferece outros benefícios além da praticidade e agilidade. O pagamento automático proporciona que o tráfego seja mais fluido em função da diminuição das filas, gera economia de tempo e combustível e, consequentemente, mais segurança.

Vanacor explica que a EGR aceita todas as empresas de tag nos dez pedágios sob sua administração e faz um alerta. “A pista de cobrança automática deve ser utilizada tão somente pelos usuários que possuem o dispositivo, tendo em vista que a ocupação da pista por veículos que não dispõem da tag resulta na formação de filas e lentidão, condição que descaracteriza a proposta de agilidade quanto à modalidade de cobrança”.

Para ter acesso a esse serviço, é muito importante que o usuário faça uma pesquisa sobre qual modalidade se adapta melhor à necessidade. Existem diferentes alternativas disponíveis no mercado, oferecidas por diversas operadoras de sistemas de cobrança automática. Por isso, é importante ler e compreender os termos e condições fornecidos pelas empresas de cobrança automática. Compare:

Para tirar qualquer dúvida sobre esse e outros assuntos, a EGR dispõe de serviço de ouvidoria que pode ser acionado gratuitamente por meio do telefone 0800 648 3903.

Fonte: EGR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado