Cruzeiro do Sul trabalha em projeto para reconstrução de casas atingidas pelas enchentes

Um dos municípios mais atingidos pela cheia do rio Taquari na região, Cruzeiro do Sul está formatando a reconstrução de residências atingidas pela enchente. Com bairros totalmente destruídos, a administração municipal espera a sensibilização do Governo Federal para adquirir uma área e realocar os moradores.

Conforme o prefeito João Dullius projeção aponta que cerca de mil casas foram danificadas. “Não tem outra saída a não ser que a gente possa realocar as pessoas para locais mais seguros. Tem um alto risco. Outras já nem querem mais voltar. Estamos trabalhando para, o quanto antes, adquirirmos uma área, mas com o apoio do governo”, explicou.

Um dos projetos apresentados pelo movimento Reconstruir Cruzeiro do Sul, que mobiliza empresários da cidade, afirmou que as casas poderão ser reerguidas em áreas de terra disponíveis entre a ERS-130 e a RSC-453, que liga a região de Lajeado a Venâncio Aires. A primeira etapa de obras é de cerca de R$ 10 milhões de reais.

Dullius ainda disse que está em contato com a assessoria do ministro extraordinário da reconstrução do Rio Grande do Sul, Paulo Pimenta. O objetivo é pleitear a vinda do representante político para acompanhar a realidade no município. “Com as pessoas enxergando essa situação, acredito que conseguiremos algo, mas precisa ser imediato”, relata o gestor.

Uma das preocupações também é sobre o retorno das atividades econômicas. De acordo com a Prefeitura, cerca de 95% do comércio foi atingido. Atualmente, são 5,7 mil pessoas desalojadas, ou seja, que não necessariamente perderam a casa, mas estão nas residências de amigos e parentes. Outros 640 estão desabrigados, que perderam as casas e estão em abrigos públicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado