Custo do recolhimento e destinação dos entulhos da enchente pode chegar a R$ 5 milhões em Venâncio Aires

Relatório encaminhado para a Defesa Civil Nacional aponta que o Município atuou com equipamentos próprios e terceirizados no recolhimento de 187 toneladas de resíduos na área urbana da cidade e projeta outras 513 toneladas para a área rural

Venâncio Aires é destaque no recolhimento e destinação de resíduos da enchente. Menos de duas semanas após o primeiro evento que assolou os municípios do Vale do Taquari, um levantamento aponta que apenas a Capital do Chimarrão conseguiu iniciar a força-tarefa de limpeza, recolhimento e destinação final de seus entulhos. O relatório encaminhado para a Defesa Civil Nacional aponta que o Município atuou com equipamentos próprios e terceirizados no recolhimento de 187 toneladas de resíduos na área urbana da cidade e projeta outras 513 toneladas para a área rural.

De acordo com a secretária de Meio Ambiente, Carin Gomes, dez equipes atuaram na primeira etapa de limpeza: sete caminhões-garra contratados, equipe da limpeza urbana, homens do Exército e uma escavadeira para organização dos entulhos na área de depósito temporário. “Agora já organizamos o transbordo para o aterro definitivo, em local licenciado no município de Minas do Leão. O transporte inicia nesta semana”, explica a secretária.

Para o recolhimento e destinação final dos resíduos, a Administração Municipal calcula que serão investidos aproximadamente R$ 5 milhões que não estavam previstos no orçamento. “É também pelo custo e complexidade desta destinação que a maioria dos municípios do Vale do Taquari, apenas em janeiro e fevereiro deste ano, após um convênio com o Estado, conseguiram iniciar a destinação dos seus resíduos das enchentes de setembro e novembro. O que estamos fazendo é priorizar essa limpeza e reconstrução e buscar posteriormente o ressarcimento pela Defesa Civil”, esclarece o prefeito Jarbas da Rosa.

Em reunião com as Defesas Civis da região, nesta segunda-feira, 13, em Lajeado, Venâncio Aires foi case na condução dos seus trabalho de recolhimento e destinação dos resíduos de enchentes e deve servir de modelo para aquelas cidades que não pretendem aguardar pelos convênios do Estado e União para recolhimento dos entulhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado