Eduardo Pazuello será efetivado como ministro da Saúde

Depois de quatro meses como ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello será efetivado no cargo. A cerimônia de posse ocorrerá na quarta-feira (16). 

Pazuello assumiu interinamente o comando da pasta em 16 de maio, em meio à pandemia do novo coronavírus no Brasil. Ele substituiu Nelson Teich que ficou um mês no cargo, tendo substituído Luiz Henrique Mandetta.

Nesses quatro meses, Pazuello defendeu o tratamento precoce de covid-19 e a autonomia de estados e municípios na adoção de políticas de isolamento social. Com ele à frente da pasta, o Ministério da Saúde estabeleceu uma nova diretriz com orientações para o uso precoce da cloroquina e da hidroxicloroquina no tratamento da covid-19, inclusive para casos leves. Ao mesmo tempo, o ministro destacou que não vê nada de errado em questionar o uso do fármaco para esse fim.

General do Exército, Pazuello é especialista em logística. O militar foi coordenador logístico das tropas do Exército durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, além de ter coordenado as operações da Operação Acolhida, que presta assistência aos imigrantes venezuelanos que chegam a Roraima fugindo da crise política e econômica no país vizinho.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Vacinas contra Covid-19 podem chegar nesta terça-feira em Venâncio Aires

Um profissional da saúde vai ser o primeiro imunizado de Venâncio Aires

Acidente envolvendo dois carros é registrado na RSC-453

A colisão, que envolveu um Chevrolet Corsa e Volkswagen Gol, aconteceu por volta das 16h30

Reforma da Prefeitura de Venâncio Aires deve ser finalizada nas próximas semanas

Contrato firmado com a empresa responsável previa o término dos trabalhos na última semana, mas a representante alegou dificuldades e o cronograma foi ampliado por 60 dias

Frigorífico Santos inaugura nova planta industrial em março

O empreendimento, com cerca de dois mil metros quadrados de área construída, contou com investimentos superiores a R$ 3 milhões
error: Recurso desabilitado