Leite anuncia cronograma de chamamento de quase 1,8 mil servidores para a Segurança Pública

Serão incorporados servidores na Brigada Militar (BM), na Polícia Civil (PC), na Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e no Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS)

O governador Eduardo Leite anunciou, na tarde desta quarta-feira (28/2), o chamamento de 1.798 novos servidores para a Segurança Pública do Rio Grande do Sul, com investimento financeiro estimado em R$ 483,2 milhões até o fim de 2026. Serão incorporados servidores na Brigada Militar (BM), na Polícia Civil (PC), na Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e no Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS).

Com as nomeações previstas, o Rio Grande do Sul alcançará o seu maior efetivo das forças de segurança na última década, com projeção de totalizar 34.474 servidores. Desde 2019, o governo nomeou 9.280 novos servidores para essa área.

“Os resultados da política de segurança pública do nosso governo são visíveis. Reduzimos a criminalidade a patamares muito inferiores ao que o Estado costumava conviver. Ampliamos os investimentos e estancamos a redução do efetivo policial. O anúncio de hoje ressalta a nossa preocupação com essa área e demonstra que não vamos arredar o pé na nossa missão de tornar o Rio Grande do Sul mais seguro”, afirmou Leite.

O cronograma foi apresentado inicialmente aos deputados da base aliada, em reunião no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff). Aos parlamentares, o governador destacou que a estratégia de ampliação do efetivo é responsável e alinhada às condições financeiras do Estado.

Desde a implementação do programa RS Seguro, o governo calcula, entre outros resultados, que a ação das forças de segurança preservou 4.840 vidas (contingente superior à população de 188 municípios do RS), evitou 107.119 roubos a pedestres e 51.584 roubos de veículos.

Cronograma

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado