Mato Leitão define empresa responsável pela instalação de energia solar nas escolas

O projeto de energia solar nas escolas de Mato Leitão será implementado pela empresa Milenium Negócios Internacionais, integrante do grupo Solled Energia de Santa Cruz do Sul. A Comissão Permanente de Licitações da Prefeitura de Mato Leitão conheceu nesta as propostas de empresas interessadas em instalar o sistema.

A Millenium venceu o processo licitatório com a proposta de R$ 267.942,98, R$ 100 mil a menos do que o valor previsto inicialmente. A geração de energia limpa e renovável a partir de placas solares, projeto o atual governo municipal, irá atender a Emei Vó Olga, Emef Ireno Bohn, Emef Santo Antônio de Pádua e ainda ginásio de esportes Tonhão, da Vila Santo Antônio. A licitação segue agora na etapa de prazos recursais com a expectativa de assinatura do contrato para os próximos dias.

A partir da instalação das placas solares é estimada a geração de 8500KW mensais, o que deverá representar uma economia mensal de aproximadamente R$ 7.800,00 aos cofres públicos. A estimativa de energia gerada pelos dois sistemas atende a aproximadamente 95% do consumo mensal dos prédios públicos vinculadas à Secretaria Municipal de Educação.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sindicato dos Servidores Públicos pode expandir atuação para Mato Leitão

As conversas para receber os cerca de 200 servidores públicos funcionários públicos para o município de Mato Leitão começaram no ano passado

Brigada Militar prende foragido no Bairro Gressler

O caso aconteceu por volta das 20h, na rua Armando Ruschel

Câmara de Vereadores é ponto de coleta de materiais escolares

Presidente Tiago Quintana pediu aos vereadores, assessores e servidores para que que ajudem na divulgação e também com doações

Hostel se reinventa durante a pandemia e aposta em ambiente de negócios na região

Para driblar as dificuldades, o Cazco aproveitou a estrutura dos quartos para receber empresas
error: Recurso desabilitado