Nuvem de gafanhotos pode chegar ao Rio Grande do Sul

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agro-Alimentar (SENASA), do governo da Argentina, publicou um alerta para uma província que faz fronteira com o Rio Grande do Sul sobre uma nuvem de gafanhotos que pode atingir as plantações. A nuvem é monitorada desde o dia 28 de maio.

O coordenador do programa nacional de gafanhotos do órgão, Héctor Medina, afirmou que a nuvem se moveu quase 100 quilômetros em um dia devido às altas temperaturas e ao vento. “As nuvens de gafanhotos podem atravessar comunas, vilas ou cidades, mas não causam danos diretos aos seres humanos. Eles podem causar danos a plantações e pastagens, mas não representam riscos para a população”, alertou o Senasa no perfil do Twitter.

- Advertisement -
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado