Polícia Federal faz operação para repressão de pedofilia na internet

A Polícia Federal deflagrou hoje (4) a Operação Toca da Onça para reprimir a pedofilia na internet e o estupro de vulneráveis, depois de ter sido informada pela Interpol sobre a realização de um fórum na deep web (parte da internet acessada clandestinamente) no qual foram publicadas cenas de estupro de duas crianças. Aparentemente as crianças estariam em um bairro da zona leste da capital paulista, segundo a PF.

De acordo com a PF, o suspeito é um homem brasileiro, de aproximadamente 40 anos de idade, casado, e sem filhos, que teria praticado os atos contra os filhos de uma parente, crianças de três e cinco anos. Até o momento não há suspeita da participação da esposa do detido e nem da mãe das vítimas. As investigações apuram se as fotos eram vendidas ou trocadas na deep web.

“Com o aprofundamento das investigações verificou-se que o abusador se valia da convivência íntima com as crianças para encontrar oportunidades para estuprá-las, filmá-las e divulgar os arquivos em fórum da deep web frequentado por pedófilos”, informou a PF.

O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de três a seis anos de reclusão, já o de estupro de vulneráveis prevê de oito a 15 anos de prisão.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Brigada Militar realiza arrecadação de brinquedos e livros para crianças carentes

Comunidade pode realizar a entrega do material no Batalhão de Venâncio Aires

Corsan esclarece dúvidas sobre resultados de obras na cidade

Representantes da Corsan e da Encosan participaram de audiência pública e prestaram esclarecimentos sobre obras realizadas na cidade e que acabaram deixando ruas com desníveis

Gauchão de Futsal começa domingo e Assoeva estreia diante do SER Itaqui

Jogo de abertura da competição ocorre no domingo, às 10h

Mato Leitão oferta até 10% de desconto para IPTU e Taxa de Coleta de Lixo

Data limite de 30 de setembro se aplica ainda para outros tributos municipais
error: Recurso desabilitado