Prefeitos de Cruzeiro do Sul e Mato Leitão definem reconstrução de pontes no arroio Sampaio

As estruturas foram destruídas no último dia 30 de abril, início do maior desastre climático da história do Rio Grande do Sul

O plano de trabalho para a reconstrução das pontes no Arroio Sampaio, divisa entre Mato Leitão e Cruzeiro do Sul, está aprovado pelo governo federal.

As estruturas foram destruídas no último dia 30 de abril, início do maior desastre climático da história do Rio Grande do Sul. O encaminhamento inicial da documentação foi realizado pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul, tendo em vista o estado de calamidade pública, com anuência de Mato Leitão, que está enquadrado como situação de emergência.

Na manhã desta quinta-feira, 23, os prefeitos Carlos Alberto Bohn, de Mato Leitão, e João Henrique Dullius, de Cruzeiro do Sul, acertaram detalhes da parceria entre as prefeituras objetivando a reconstrução das pontes. No plano de trabalho consta também a reconstrução de uma terceira ponte no Arroio Sampaio, estrutura destruída no território de Cruzeiro do Sul.

Situação atual

O empenho de R$ 2.831.200,00, para reconstrução das pontes é baseado nos parâmetros de valor definido pelo governo federal, está aprovado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional.

Deste valor, R$ 2.130.600,00, corresponde as duas pontes na divisa entre os municípios. A terceira estrutura, território de Cruzeiro do Sul, envolve R$ 700.600,00.

Além da reconstrução, tramita junto ao governo federal pedido para demolição e retirada de escombros no Arroio Sampaio.

Parceria

  • Mato Leitão providenciará a elaboração dos novos projetos estruturais (‘ponte de ferro’ e de Sampaio Baixo)
  • Cruzeiro do Sul será responsável pelo processo administrativo e encaminhamento da documentação junto à Defesa Civil Nacional
  • na fase de execução das obras, será definida eventual participação financeira complementar de cada município

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado