Venâncio-airense atua como Mestre Conselheiro Regional da Ordem DeMolay

O jovem Rafael Augusto Storch, de 18 anos, atua como Mestre Conselheiro Regional da Ordem DeMolay. Estudante de Direito da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), o venâncio-airense é responsável pela gestão dos grupos de Lajeado, Santa Cruz do Sul, Cachoeira do Sul, Santa Maria e Venâncio Aires. Ele permanece no cargo até o mês de outubro.

Conforme Rafael Augusto Storch, a função do Mestre Conselheiro Regional é apoiar os presidentes dos grupos municipais. “A principal região hoje é a nossa. Não é a que tem mais capítulos [nome das cédulas], mas é a que demonstra o trabalho mais forte e com maior potencial. A gente tem um trabalho por parte de todas unidades. Tem projetos filantrópicos muito fortes”, disse.

Além do trabalho desempenhado na região Centro, Rafael Storch também acumula a função de secretário-geral do Gabinete Estadual. “Como o nome já diz, ele trata de todo Rio Grande do Sul. Minha função é de gerir todos capítulos do estado e tirar dúvidas de questões administrativas. Eu também administro dados e estáticos que tentamos utilizar para ter o melhor desenvolvimento dos capítulos”, explicou.

A Ordem DeMolay

A Ordem DeMolay é um grupo de jovens patrocinado e apoiado pela maçonaria desde 1919. Criada em Venâncio Aires em 2016, a entidade conta com cerca de 50 membros ativos. No Brasil, são mais de 100 mil jovens engajados no movimento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PSD quer repetir desempenho da última eleição e busca duas cadeiras na Câmara de Vereadores

Conforme o presidente Nelsoir Battisti, o partido está preparando os 23 representantes

Inscrições para recebimento de recursos da Lei Aldir Blanc encerram nesta sexta-feira

Abertas desde a segunda quinzena de junho, as inscrições de entidades culturais e artistas independentes que querem se habilitar ao auxílio proveniente...

Aprovado relatório do Plano de Recuperação Econômica Pós-Pandemia

Relatório será registrado em ata e deve ser dado o andamento na realização das ações que foram levantadas
error: Recurso desabilitado