Mulher presa com drogas na bolsa dentro da delegacia em Venâncio confessa participação em assalto e homicídio

Uma mulher de 34 anos, presa na semana passada ao deixar cair uma quantidade de maconha de dentro da bolsa enquanto registrava uma ocorrência na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), confessou participação em outros dois crimes graves.

Segundo informações repassadas pela Polícia Civil, a suspeita, moradora de um condomínio no bairro Aviação, revelou também ter participado de assalto a mão armada ocorrido no dia 22 de dezembro de 2019, em Venâncio Aires. Naquele episódio, ocorrido na madrugada, as vítimas estavam em um bar da cidade, na rua Barão do Triunfo e se dirigiram ao seu veículo, que estava estacionado em frente à Corsan. Tão logo entraram no automóvel, foram abordados por um casal, que anunciou o assalto. O homem portava um revólver calibre 38 e, além do veículo Gol prata, levaram a carteira e a bolsa das vítimas, com seus pertences.

Além do assalto, a mulher confessou ter assassinado seu comparsa, de 31 anos, após terem fugido em direção ao município de Candelária. Segundo o depoimento prestado, a mulher teria se desentendido com seu comparsa durante a fuga, tendo realizado três disparos contra ele. Conforme o relato da suspeita, outros dois indivíduos, que não participaram do assalto, estariam dentro do veículo no momento do crime. Embora não tenha sido repassado pela Polícia Civil, a reportagem da RVA apurou que o homem morto à época foi identificado como Cristiano Lemos, 31 anos, conhecido como Lambari.

Segundo o Delegado Vinícius Lourenço de Assunção, as informações acerca do homicídio já foram compartilhadas com a Delegacia de Polícia de Candelária, que está encarregada da investigação. Com relação ao roubo, a Delegacia de Polícia de Venâncio Aires investiga este fato. As penas, somadas, ultrapassam 20 anos de prisão.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado