Mato Leitão passa a integrar a Amprotabaco

A Prefeitura recebeu autorização da Câmara de Vereadores para integrar a Associação dos Municípios Produtores de Tabaco, que mantém sede em Santa Cruz do Sul. A reunião ordinária aconteceu na última terça-feira, dia 20 de julho.

A entidade une prefeitos dos municípios produtores na defesa de setor diante das ameaças representadas por outras instâncias governamentais e por movimentos antitabagistas. O propósito da Amprotabaco é dar voz aos dois principais agentes da cadeira produtiva do tabaco, que são os produtores e empresas.

A produção de tabaco já esteve entre os principais produtos cultivados em Mato Leitão, assim como tinha um grande número de produtores. A expressão em termos de produção primária tem diminuído ao longo dos anos, cedendo espaço para outras culturas como milho em grãos e silagem, soja, milho, aipim, erva-mate e outros. O Município avançou também com sistemas integrados de produção como suínos, gado de leite e frangos.

Os números da produção de tabaco ainda são significativos em Mato Leitão. No ano passado, 53 agricultores estiveram envolvidos com a cultura, o que gerou 201.388 quilos de tabaco com um prédio médio de R$ 123,90 por arroba.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado