Divulgação de listas pejorativas na região traz alerta para responsabilização na internet

A divulgação de listas com designações ofensivas em Candelária alerta para a responsabilização nos conteúdos compartilhados nas redes sociais. O município, conhecido pela quantidade de fósseis e a cerca de 66 quilômetros de Venâncio Aires, ganhou destaque em todo Rio Grande do Sul depois que mensagens com a descrição dos mais “chatos”, “velhacos” e “cornos” foram divulgadas nas plataformas digitais.

O delegado Vinícius Lourenço de Assunção orientou que as pessoas tenham cuidado na utilização das redes sociais. Independentemente de ser praticado na internet ou fora dela, o crime será investigado. “É engano daquela pessoa que acha que não pode ser responsabilizada. No momento em que ela está fazendo qualquer propalação de mentira ou alguma ameaça, está documentando e fazendo uma prova do crime que vai ser investigado”, atentou.

Além do registro na Polícia Civil, que pode fazer ser feito através da Delegacia On-line, o ofendido pode buscar um advogado ou a Defensoria Pública. O delegado esclareceu que quem for vítima da prática pode receber uma indenização por danos morais. “Não tem só a responsabilidade criminal, mas essa pessoa também está sujeita a uma responsabilização civil e, muitas vezes, as indenizações são pesadas pra quem comete esse tipo de delito”, pontuou.

É comum, em investigações criminais que envolvem crimes virtuais, os policiais se deslocarem até as residências em busca de periféricos, telefones celulares e computadores. Os equipamentos são meios de prova, assim como o rastreamento pelo IP – número identificador quando está conectado à rede. “Uma investigação demanda bastante tempo, mas pode sair bastante frutífera”, completou.

- Advertisement -
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado