Energia solar vai abastecer escolas da rede municipal em Mato Leitão

As escolas municipais de Mato Leitão contarão em breve com geração de energia limpa e renovável a partir de placas solares. O projeto inédito, iniciativa do atual governo, vai atender a demanda de energia na Emei Vó Olga, Emef Ireno Bohn, Emef Santo Antônio de Pádua (SAP) e ainda ginásio de esportes Tonhão, da Vila Santo Antônio.

A previsão é de um investimento de aproximadamente R$ 368 mil na aquisição e instalação dos equipamentos em dois pontos: prédios da Escola Vó Olga e SAP. O objetivo do sistema de energia fotovoltaica é suprir a demanda energética dos prédios públicos, gerando economia. Um edital, na modalidade Tomada de Preços, já foi publicado pela Prefeitura para definir a empresa responsável pelo projeto. As propostas serão apresentadas no próximo dia 1º de dezembro, às 10h, em reunião da Comissão Permanente de Licitações.

Com a instalação destes sistemas fotovoltaicos, é estimada a geração de 8500KW mensais, o que deverá representar uma economia mensal de aproximadamente R$ 7.800,00 aos cofres públicos. O investimento em energia solar possibilitará a inserção de Mato Leitão na lista seleta de municípios comprometidos com a preservação do meio ambiente e na aplicação de recursos de forma a possibilitar economia no uso da energia por muitos anos, ao passo que o sistema fotovoltaico tem vida útil estimada superior a 25 anos.

A estimativa de energia gerada pelos dois sistemas, atende a aproximadamente 95% do consumo mensal dos prédios públicos vinculadas a Secretaria de Educação. Conforme o edital, o prazo para entrega das placas fotovoltaicas será de, no máximo, 15 dias, a contar da assinatura do contrato, devendo sua instalação e operação do sistema estar concluído em mais 60 dias.

PONTOS

– energia gerada na Emef Santo Antônio deverá compensar o consumo da escola e o restante deverá ser utilizado na compensação da fatura do ginásio de esportes Tonhão

– energia gerada na Vó Olga atenderá o consumo na própria escola e o restante será usada para diminuir consumo na Escola Ireno Bohn

O QUE É

Usina Solar é um complexo repleto de módulos fotovoltaicos (placas solares) com capacidade de gerar energia elétrica por meio da luz do sol. A energia é gerada em altas voltagens para fins de distribuição.

RS

O aproveitamento da energia solar segue avançando no Rio Grande do Sul. Somente em 2019 foram instaladas 12,1 mil unidades de geração fotovoltaica, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O volume representa expansão de 142% em relação a 2018 e consolida o Estado como o terceiro maior polo produtivo do país, com 19,6 mil usinas ativas, atrás de Minas Gerais e São Paulo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Acidente entre carros deixa feridos leves no bairro Gressler

Colisão foi às 14h30 deste sábado, 28, próximo ao "postão" do bairro Gressler

Vale do Rio Pardo não terá restrições no comércio, setor de serviços e indústrias

Prefeituras devem intensificar fiscalização para coibir aglomerações e combater o avanço do novo coronavírus na região

Casal é assaltado no bairro União

O casal de jovens foi abordado por uma dupla na Avenida Ruperti Filho, altura do bairro União, na madrugada deste sábado

Meio Ambiente realiza coleta de lixo eletrônico na próxima semana

A entrega dos materiais poderá ser feita na sexta, dia 4, das 8h às 16h, junto à Travessa São Sebastião Mártir