Piloto venâncio-airense que vivenciou início da pandemia na China escreve livro durante quarentena

O venâncio-airense Mauro Hart está escrevendo um livro que vai contar o início da pandemia na China e as histórias por trás das três quarentenas que enfrentou. Ele trabalha como o piloto comercial, mora em Wuhan, epicentro inicial da pandemia do novo coronavírus, e deve abordar detalhes desde as primeiras medidas adotadas para conter a disseminação.

Na China, Hart passou pela primeira quarentena. Depois, foi resgatado pelo governo brasileiro e participou Operação Regresso à Pátria Amada Brasil. Em Anápolis, passou mais 14 dias em observação. A terceira quarentena está sendo enfrentada em Natal, no Rio Grande do Norte, onde moram os filhos e a esposa dele.

Autor do livro Piloto Expatriado, no qual destaca a saga dos pilotos brasileiros que foram voar nos céus da Ásia, Mauro Hart vai relatar a experiência do coronavírus na segunda obra. “Já escrevi o Piloto Expatriado, que está com edição esgotada. Eu vou fazer mais uma fornada e conjuntamente lançar esse livro da pandemia, que ainda está sem título”, disse.

- Advertisement -
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado