Administração contrata professores para reforço pedagógico na rede municipal

Antes mesmo de conhecer os resultados da avaliação quanto às perdas no aprendizado dos estudantes da rede municipal, durante a pandemia do coronavírus, a Secretaria Municipal de Educação já atua no reforço pedagógico nos educandários.

Turmas do Ensino Fundamental, anos iniciais e finais, serão beneficiadas com a contratação 29 professores, especialmente nas áreas de Matemática e Língua Portuguesa. “Já estamos agindo antes mesmo de saber mais sobre o deficit ocasionado pelas aulas remotas, porque inúmeros fatores como as diferentes realidades das famílias e as dificuldades de acesso à tecnologia, já evidenciam esses prejuízos”, destaca o secretário de Educação, Émerson Elói Henrique.

Com essas contratações, de acordo com um planejamento do setor pedagógico da secretaria, 64 turmas dos anos iniciais e outras 44 de anos finais, terão duas horas semanais para cada uma das disciplinas, sendo elas matemática e português.Para os anos iniciais, a intenção é contratar 17 professores com formação em Pedagogia e para o reforço aos anos finais, 12 professores, seis com formação Matemática e seis em Língua Portuguesa. “Sabemos que nossos professores já têm essa sensibilidade de saber reconhecer e trabalhar com tantas realidades diferentes vividas pelos alunos de uma mesma turma. O que nos preocupa é que os governos Estadual e Federal já anunciaram que vão continuar condicionando repasses financeiros, como ICMS com base nos resultados do IDEB, Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. A forma como será feita essa avaliação é que nos preocupa”, destaca o secretário.

RETORNO – Com relação ao retorno das aulas presencias na rede municipal, o secretário afirma que a avaliação é positiva, já que em médias, mas de 90% dos alunos já retornaram as aulas 100% presenciais. “Os percentuais demonstram que estávamos certos, estava na hora de voltar. Professores das redes públicas e privada, vacinados e na iminência de vacinas adolescentes a partir de 12 anos, não há porque não ser mais presencial as aulas”, destaca Émerson, lembrando que os protocolos de prevenção estão mantidos nos educandários.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado