Grupo espanhol vencedor da concessão da RSC-287 tem habilitação aprovada

Menos de 20 dias após a conclusão do leilão de concessão da RSC-287, rodovia que corta o Rio Grande do Sul da Grande Porto Alegre até a região Central, o consórcio espanhol vencedor da disputa teve os documentos de habilitação aprovados pela Comissão Permanente de Licitações da Subsecretaria Central de Licitações (Celic), vinculada à Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG). O julgamento desta fase foi publicado no site da Celic nesta terça-feira (5/1). A análise da documentação faz parte do procedimento habitual de contratações pelo poder público, e agora, a partir da sua conclusão, será aberto o prazo para recursos, que podem ser interpostos entre 6 e 13 de janeiro.

No leilão realizado em 18 de dezembro, o consórcio Via Central foi declarado vencedor ao apresentar na Bolsa de Valores B3, em São Paulo, uma proposta de pedágio no valor de R$ 3,36, a menor entre os concorrentes e 54,41% abaixo do teto estipulado na licitação, originalmente de R$ 7,37.

Durante os próximos 30 anos, o consórcio espanhol deverá investir R$ 2,7 bilhões na conservação e manutenção da rodovia, além de garantir melhoramentos e ampliação da infraestrutura. Do montante previsto, R$ 1 bilhão devem ser investidos já nos primeiros dez anos. O cronograma de obras em todo o período inclui a duplicação dos 204,5 quilômetros de extensão nos dois sentidos de fluxo, beneficiando diretamente 12 cidades.

Próximos passos

Em caso de interposição de recursos em relação ao julgamento da licitação, a Celic publicará os resultados no dia 27 de janeiro, e a homologação do resultado do certame está prevista para 11 de fevereiro. Vencida esta etapa, o consórcio assinará o contrato com o governo e passará a administrar as duas praças já existentes na rodovia – em Venâncio Aires (km 86) e Candelária (km 131). A cobrança nas demais praças – em Tabaí (km 47), Paraíso do Sul (km 168) e Santa Maria (km 214) – só deve ocorrer a partir do primeiro mês do segundo ano da concessão.

As obras na RSC-287 devem começar já no segundo trimestre de 2021, com um trabalho de recuperação da estrada. O cronograma estabelece que 133 quilômetros devem estar duplicados no nono ano de concessão, contemplando o trecho de Tabaí a Candelária, o mais movimentado da RSC-287.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RECEITA DO DIA: Aprenda a fazer um “Sorvetone”

Saiba como fazer a receita que foi apresentada por Élia Mathias no programa Rádio Revista desta sexta, 22

Fiscais realizam operação contra ambulantes irregulares no Centro de Venâncio Aires

No cruzamento das ruas Tiradentes e Voluntários da Pátria, os fiscais constataram que os vendedores estavam comercializando abacaxis sem licença e atrapalhavam o trânsito

Venâncio Aires recebe ônibus escolar do Governo Estadual

A entrega de 46 ônibus escolares foi realizada nesta quinta-feira, 21, pela Secretaria Estadual de Educação, beneficiando cerca de 10 mil alunos de 41 municípios

Projeto de revitalização do lado direito do calçadão deve ser apresentado no próximo mês

Jarbas da Rosa explicou que a expectativa é desenvolver um projeto semelhante ao que foi feito na ação que uniu os empresários com estabelecimentos na região
error: Recurso desabilitado