Nova etapa de lavoura experimental de mandioca de Mato Leitão

A propriedade do agricultor Odair José Becker, na localidade de São João/Arroio Bonito, vai participar de mais uma etapa do projeto de lavoura experimental de mandioca, desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). O grupo Simanihot, equipe multidisciplinar de pesquisa e extensão em mandioca, recebe apoio e acompanhamento dos técnicos da Emater/Ascar. O trabalho em lavouras experimentais espalhados em diversos municípios do Estado visa simular o crescimento, desenvolvimento e produtividade de mandioca.

O casal Odair e Sandra Becker acompanhou a implantação da lavoura na safra 2021/2022 juntamente com os técnicos da Emater Rudinei Pinheiro Medeiros (Mato Leitão) e Josemar Parise (Assistente Técnico Regional de Soledade).

OBJETIVOS

-Por meio de uma parceria entre universidade, produtor e Emater, identificar os fatores que causam perda de produtividade em determinadas regiões;

-Busca do potencial de produtividade;

-Manejo do produtor (controle de plantas daninhas)

AIPIM (Mato Leitão)

-Cerca de 273 famílias cultivam aipim em escala comercial;

-Aproximadamente 350 hectares;

-Uma agroindústria comercializa o aipim descascado;

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Recurso desabilitado